Magalhães: o portátil português que aguenta bombardeamentos

Magalhães: o portátil português que aguenta bombardeamentos” height=”150″ width=”215″ alt=”Magalhães: o portátil português que aguenta bombardeamentos”/>Quem o afirmou foi Hugo Chávez, o cada vez mais polémico presidente da Venezuela. No seu habitual programa televisivo domingueiro, de nome Alô Presidente, Hugo Chávez teceu rasgados elogios ao Magalhães. Fez mesmo o teste, deixando-o cair ao chão e o resultado contribuiu para se afirmar como fã do portátil português de baixo custo.

O portátil português aguenta bombardeamentos. Reparem, não se desligou. Este sim é um verdadeiro computador.

Hugo Chávez após deliberadamente deixar cair um exemplar do Magalhães

Sem referir nunca o nome do portátil, Chávez precisou que a Venezuela e o Estado Português firmaram um acordo para a compra destes computadores de baixo custo produzidos em Matosinhos. No início do mês a imprensa local já tinha relatado a chegada dos Magalhães ao país e no Domingo foi assegurado o número de unidades – 1 milhão de Magalhães.

Socorro Hernández, a nossa ministra [de Telecomunicações e Informática] tem por aí uns computadores que eu pedi aos portugueses, ao nosso amigo, o primeiro-ministro [José Sócrates], que trouxesse um primeiro lote. Vamos trazer um milhão destes computadores.

Hugo Chávez

Como já tínhamos adiantado noutro artigo, o Portátil Magalhães terá na Venezuela o sistema operativo Canaima (Linux), criado recentemente pelo Centro Venezuelano de Tecnologias de Informação.

via: Ciberia

Technorati : , , , , , ,

Magalhães: o portátil português que aguenta bombardeamentos

3 comentários em “Magalhães: o portátil português que aguenta bombardeamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Voltar ao topo