Dois mil portáteis para substituírem Magalhães nos Açores

portáteis novos para os Açores

portáteis novos para os AçoresNuma inversão de paradigma em relação à estratégia do Governo do socialista José Sócrates, que criou o programa do portátil Magalhães para os alunos, o governo também socialista da região autónoma dos Açores, pretende que sejam as escolas a terem a posse dos computadores.

Numa altura em que se sabe que a Fundação para as Comunicações Móveis vai ser extinta, logo cessará programa que fazia dos alunos do básico proprietários de um portátil Magalhães, as escolas do 1º ciclo dos Açores terão novos computadores portáteis, para substituírem o cessante Magalhães.

O Governo regional dos Açores entendeu alterar a estratégia do programa e.Escolinhas. Nos Açores o que o Governo regional pretende é que os computadores passem a ser parte integrante da escola e não do aluno, ao contrário do que acontecia com o Magalhães.

Assim sendo, os novos computadores passam a pertencer à escola e estão disponíveis para mais alunos.

O investimento da aquisição de dois mil portáteis custará 500 mil euros à Região autónoma dos Açores.

 

Dois mil portáteis para substituírem Magalhães nos Açores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Voltar ao topo