Fundação gestora do e.escolinhas com dias contados

A Fundação para as Comunicações Móveis – a entidade gestora do programa e.escolinha deverá ter os dias contados, pois estão a acabar as verbas fornecidas pelos operadores de telecomunicações. A FCM que tanta polémica gerou, e que foi alvo até de uma comissão de inquérito parlamentar, foi constituída em 2008 pelas operadoras com licenças de telemóveis de terceira geração para gerir as obrigações contraídas pelos programas e.escolinha, e.escola  e e.oportunidades.

O património da FCM foi sendo composto pelas dotações dos seus fundadores (Sonaecom, TMN e Vodafone), num total de cerca de 24 milhões de euros e actualmente ainda dispõe de algumas dessas verbas que ainda irão ser alocadas aos fins a que se destinam – promover a Sociedade da Informação. Segundo o secretário de estado das Obras Públicas e Comunicações, quando as verbas acabarem a Fundação também acabará, pois do lado do Estado, estão extintas as verbas, pese a aprovação recente do programa e.escola 2.0.

Repercutindo a actual conjuntura económica, nesta nova formatação do e.escolas, as contribuições do Estado serão nulas.

Mini-Loja: Livros do Bob o Construtor em Inglês
No maior centro comercial do mundo – o eBay, pode encontrar artigos por preços bem mais baratos que no nosso país, e produtos que...
Mini-Loja: Ratos para crianças
O eBay é a maior loja a nível mundial. Pode lá encontrar artigos por preços bem mais baratos que em Portugal, e produtos que nem sequer...

Deixe um comentário