Extinta Fundação para as Comunicações Móveis

Fundação para as Comunicações Móveis extinta

O Governo confirmou que vai encerrar a Fundação para as Comunicações Móveis, a entidade gestora dos programas de introdução nas escolas das novas Tecnologias de Informação, que promoveu a iniciativa e-escolinha centrado no portátil Magalhães.

Perante os deputados na Assembleia da República, Sérgio Monteiro, secretário de Estado, explicou que o governo vai propor que a fundação encerre. Segundo palavras do mesmo responsável, o fim da Fundação será realizado nos órgãos próprios e para isso é preciso o voto do Estado e dos operadores. Sérgio Monteiro entende que o objetivo da Fundação leva a crer que os operadores votarão favoravelmente na sua extinção.

“Isto não quer dizer que os programas não criaram valor. Alguns projetos têm um mérito enorme”, acrescentou ainda o secretário de estado, que para além disso confirmou a existência de uma divida da Fundação para as Comunicações Móveis aos operadores, no valor de 65 milhões de euros  – valor que poderá ser maior ainda quando estiverem totalmente apurados os dados relativos à banda larga e que terá de ser saldado através do orçamento de Estado.

 

 

Mini-Loja: Livros do Dr. Seuss
Theodor Seuss Geisel, americano nascido em Springfield no início do século XX, foi um escritor e cartoonista, tendo ficado conhecido...
Mini-Loja: Jogos educativos com as aventuras dos Zoombinis
Os Zoombinis são os pacíficos habitantes de uma ilha que lhe dá o nome – a Ilha Zoombini. Certo dia, as suas vida foram...

Deixe um comentário


Criadores do Magalhães lançam marca global para Educação
A JP – inspiring knowledge (JP-IK), criadora do Magalhães, tem um nova marca, que lançou recentemente em seis países europeus e que...
Polícia Portátil Magalhães ao serviço de Sua Majestade
O Polícia Magalhães. Mais um feito para o pequeno Magalhães. Pesem todas as críticas cá dentro que culminaram com a suspensão da...
O PortatilMagalhaes.com tem nova cara
O blog do Portátil Magalhães tem nova cara. Corrigimos o problema dos comentários que colocaram os mesmos inactivos durante muito...