FNAC começou a vender os Magalhães ao público

FNAC começou a vender os Magalhães ao público

Magalhães” height=”134″ width=”259″ alt=”FNAC começou a vender os Magalhães”/>Como aqui noticiamos em antevisão, o portátil Magalhães começou a ser vendido ao público em geral, e ao preço de 285 euros, a partir das zero horas de sábado nas lojas FNAC do NorteShopping e do Colombo. Os primeiros 250 compradores do Magalhães, receberam um talão de desconto de 86 euros em compras na FNAC, processo que se desviou um pouco do anunciado em primeira mão. Também algo diferente do anunciado (versão para adultos), foi o facto de a FNAC ter posto à venda duas versões do Magalhães, sendo uma deles perfeitamente idêntica à do programa e-escolinhas. Para além da versão do Magalhães que as crianças do 1º e 2º ciclos poderão ter – designada de Descobrir Portugal, foi colocado uma outra, baptizada como 60 Minutos, esta sim, mais própria para adultos, e principalmente aqueles que poderão usufruir do software instalado, a pensar na iniciação à Internet e aos programas Word e Excel.

Magalhães passará a ser vendido noutras lojas

Infelizmente, não conseguimos confirmar qual das duas versões foi mais procurada: Descobrir Portugal (crianças) ou Edição 60 Minutos (adultos).

A partir de hoje, segunda-feira, o Magalhães estará à venda noutras cadeias de lojas do país. O director de marketing da JP Sá Couto, Luís Almeida, adiantou já aos media, que existem dez mil Magalhães prontos para serem disponibilizados na venda a retalho.

Uma dessas cadeias será a Chip7. Gabriel Braga, funcionário da rede de lojas de informática fundada em 1994 por Miguel Monteiro, e citado pela Lusa, admitiu que o Magalhães venha a oferecer forte concorrência aos ultra-portáteis existentes no mercado, dadas as suas características superiores.

Technorati : , , , , ,

9 Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.