Portátil Magalhães no México com Paulo Portas

Portátil Magalhães no México com Paulo Portas

Agora foi a vez do Instituto de Estatística Mexicano ter escolhido os portáteis Magalhães para a recolha de dados para Census junto da comunidade escolar daquele país latino-americano.

O Instituto Nacional de Estatística e Geografia (INEGI) do México escolheu os pequenos portáteis, mal amados em Portugal, da JP – Inspiring Knowledge, para recolher dados dos Census junto de professores e alunos do país.

A empresa de Matosinhos associou-se a um parceiro local para vencer a licitação pública para o fornecimento deste projeto que pretende criar um atlas educativo do México e que envolverá cerca de 25 mil pessoas.

Para a concretização deste projecto, o INEGI escolheu o modelo convertível do Magalhães que permite a utilização em modo tablet.

Paulo Portas, ministro dos Negócios Estrangeiros, outrora detrator do portátil no qual se alicerçou todo o projeto e-escolinhas em Portugal, visita o México nesta altura e parece “rendido e arrependido”.

2 Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.