Portátil Magalhães agrada a Gregos e Troianos

Magalhães agrada a Gregos e Troianos” height=”172″ width=”220″ alt=”Portátil Magalhães agrada a Gregos e Troianos”/>O Portátil Magalhães parece estar destinado a agradar a Gregos e Troianos, imitando o que o navegador que lhe deu nome também fez no século XVI. Senão veja-se: Fernão Magalhães acabou por deixar contentes portugueses e espanhóis aquando da sua circunavegação à volta do mundo. Agradou-nos a nós dado ter reclamado o feito enquanto português que era, e a Espanha, uma vez que foi ao serviço de Castela que deu a volta ao mundo. Actualmente, o Portátil Magalhães parece seguir-lhe as pisadas …

O Magalhães, já se sabe, contará com dual boot, trazendo de origem o Windows XP da Microsoft, e a distribuição Linux da Caixa Mágica, adoçando a boca quer aos seguidores da empresa de Richmond, quer aos defensores do software livre. Mas não é só … até no início da sua distribuição o Magalhães parece que muito diplomaticamente vai deixar todos agradados … ou quase todos.

Tínhamos dado aqui conta que na próxima terça feira, Sabrosa, considerada (pelo menos até há pouco tempo atrás) a terra natal do navegador Fernão de Magalhães, tinha sido escolhida para marcar o início da entrega dos Magalhães, no âmbito do programa e-escolinha. Adiantamos até com alguma probabilidade, que a cerimónia poderia decorrer na Escola Miguel Torga (EB 2/3 de Sabrosa).

Na altura, também referimos que a naturalidade do navegador é uma questão que actualmente se encontra em aberto, com Ponte da Barca e a própria cidade do Porto, a juntarem-se a Sabrosa como eventuais berços de Fernão Magalhães (ver notícia no Público).

Entretanto, o DN anunciou ontem que os primeiros Magalhães irão para outros locais além de Sabrosa. Precisando mesmo que serão 282 as unidades a serem entregues, e que serão divididos por Paredes, Matosinhos, Resende, Amadora, Castelo Branco e Portel, além de Sabrosa.

Assim sendo, este é mais uma achega para o carácter contemporizador do computador que imita quem lhe deu nome, não hostilizando nenhuma da partes. Sendo a cerimónia em Sabrosa, Ponte da Barca receberá também os primeiros Magalhães.

O Porto é que ficou de fora, mas provavelmente não estará entre os Gregos e Troianos a quem será preciso agradar, pois já pode reclamar para si a naturalidade de muitos outros vultos portugueses: Infante D. Henrique, Almeida Garrett, Júlio Dinis, Francisco de Sá Carneiro, Sophia de Mello Breyner … e tantos outros.

Fernão de Magalhães é oriundo de Ponta da Barca e deu nome a este computador. Não podia estar mais satisfeito com esta entrega. A educação é uma aposta muito importante da nossa parte e por isso, para além da satisfação que é receber os primeiros computadores, decidimos avançar com este apoio.

Vassalo Abreu, presidente da câmara de Ponte da Barca

A câmara municipal de Ponte da Barca vai investir 22 500 euros em noventa kits de acesso à Internet para alunos carenciados.

Mini-loja: Software educativo com a Barbie
Quem não conhece a Barbie, a boneca criada em 1959 pela Mattel que faz as delícias das meninas. Nada melhor que a Barbie para as...
Mini-Loja: Livros do Noddy em Inglês
O eBay é o maior centro comercial do mundo. Nele, pode encontrar artigos por preços bem mais baratos que no nosso país, e produtos que...

18 comentários a “Portátil Magalhães agrada a Gregos e Troianos”

  1. Teresa Gomes diz:

    Boa tarde estimados senhores, eu sou uma mãe de dois filhos, um com 10 anos e outra com 8 anos, e estou inteiramente interessada em adquirir estes portáteis o mais breve possivel. Gostaria de saber como adquiri-los.
    Desde já um muito obrigada. Aguardo resposta.
    Gratos pela vossa atenção.
    Teresa Gomes

  2. Bruno diz:

    Bom dia, sou do concelho de seimbra, distrito de setubal, e é triste saber que em outros concelhos o Magalhaesja esta a ser entregue, e aqui nenhuma das escolas tem sequer informação sobre como arranja o tal codigo para poder fazer o pedido.

    Será que me podem dar uma ajuda, indicando-me onde me posso dirigir ou a quem devo contactar para me dar uma informação adequada?

    Muito obrigado pela atenção

  3. Cláudio diz:

    dona teresa, ficava muito mais bem servida com um OLPC

    http://en.wikipedia.org/wiki/One_Laptop_per_Child

    este portatil ganhou o concurso publico em mais de 20 países mas cá em portugal preferiu-se fazer um acordo directo com uma empresa, deitando assim para o lixo e dinheiro dos contribuintes e favorecendo um portatil mais caro e com menos funcionalidades que o OLPC. é o país que temos.

    mesmo assim penso que a disponibilidade tem a ver com as escolas. informe-se na escola dos seus filhos ou então na empresa jp sá couto, empresa essa que fez o arranjinho.

    Aconselho também a experimentar o caixa magica que vem com o magalhães. O caixa mágica não é a melhor versão de linux para utilização caseira mas mesmo assim é melhor que o windows que, além de consumir muitos recursos, tem muitos problemas com virus.

  4. Sara Scoot diz:

    A pergunta que aqui faço é sobre este site ou blog, será um site de um entusiasta e dedicado “adepto” do portátil Magalhães, ou será mesmo o site oficial da Sá Couto & Companhia (Governo, é claro!) para o lançamento do portátil!
    É que a informação é privilegiada e única, e saí a conta gotas, deixado os pais “a beira de um ataque de nervos” pois como é fácil de constatar nas mensagens aqui deixadas, há muitas questões que ficam sem resposta.

  5. Marco Cannondale diz:

    Como diz o ditado “quando a esmola é muita o pobre desconfia” , acho que é o que se tem passado em relação ao Magalhães, há muita informação que ainda não “saltou” cá para fora.
    Hoje começa o “show” dos políticos (as eleições estão à porta!) com a entrega dos primeiros Magalhães, estes sem qualquer critério na aquisição… que alegria devem ter aquelas crianças de Ponte da Barca, Vila Real, etc.

  6. Marco Cannondale diz:

    Hum! Magalhães a 0€; Magalhães a 20€; Magalhães a 50,00€ e Magalhães a 250,00€ dia 26 de Setembro na FNAC.
    Mas se existem 500 mil Magalhães para distribuir pelos alunos, entre os 0€ e os 50,00€ no âmbito do programa e-escolinha, para é que vão existir Magalhães a 250,00€ …. para quem são estes?

  7. Marco Cannondale diz:

    spero que o programa e-escolinha não se torne num programa e-escola, pois este só apresentou problemas, dificuldade na aquisição dos códigos, demora na entrega, acho que este vai pelo mesmo caminho.
    Pais, o mais certo são os nossos filhos só verem o Magalhães lá para o final do primeiro trimestre de 2009.
    O ano lectivo já começou à quinze dias, as escolas têm pouca informação (como é possível), até já li (JN), que o ministério da educação vai dar formação aos docentes para melhorar os conhecimentos informáticos!!!
    No programa e-escola a aquisição é a seguinte: 150,00€ + mensalidade durante 36 meses (inclui internet), no programa e-escolinha como é ? 50,00€ + internet ???? mensalidade ????

  8. Mariana diz:

    Bom dia!

    Gostava de saber o que deve ser feito para adquirir estes portáteis.

    Obrigado

  9. madalena dias diz:

    Boa Tarde
    O meu filho frequenta o 1º ciclo mas numa escola privada,. Gostaria de saber como é que posso adquirir o magalhães. A minha filhafrequenta 6º ano também numa escola privada. Gostaria de saber qual é o programa em que ela se insere.
    Grata pela vossa atenção, aguardo resposta

  10. miguel vasconcelos diz:

    Admira-me muito que essas duas povoações reclamem, cada uma para si, a naturalidade deste navegador.
    Um traidor à Pátria (tal como eu)
    Felizmente que o traidor nunca mais regressou pois pagou com a vida, e a meio da viagem, a sua traição.
    Finou-se nas Molucas.

    O mesmo certamente irá acontecer ao computador magalhães. Sócrates continua (tal como o vendedor das feiras) a dizer que vai oferecer 500 mil. Mais à frente diz que a oferta é só para os alunos do Escalão A, e os do Escalão B pagam 2o € e os outros pagam 50€ para finalizar com a venda a 285€ cada um.
    Tal como para os portáteis que eram todos de borla e passaram para 150 € fora as alcavalas para a TMN.

    Este ainda vai ficar mais caro

    Ah e já me esquecia o magalhães é montado em Portugal sob licença da Intel. Chamar a isto tecnologia socretina é como cha,ar a sócrates 1º ministro

  11. Joao Sampaio diz:

    Exmºs Senhores
    Boa tarde, gostaria efectivamente de saber como posso adquirir o Magalhães, já que tenho um filho no 4º ano do ensino básico.

    Grato pela atenção dispensada
    Joao Sampaio

  12. liliana sa diz:

    0nde colocar a senha

  13. dora diz:

    ola
    sou mae de 3 pestinhas k adoravam ter estes pc’s , mas confesso k n sei k fazer p/ adquirilos, a idade deles e de 11, 9 e 6. 1 magalhaes gostavam de ter pelo menos.grata pela atençao dispensada e boa sorte p o magalhaes e fututos pestinhas k ja usufruem do pc 🙂
    crts/ dora

  14. Ana Costa diz:

    Sou professora e sou mãe. Acho que esta entrega de computadores portáteis NÂO fabricados em Portugal, como propagandeado pelo governo, não tem qualquer implicação positiva na educação em Portugal. As escolas deviam ser apetrechadas com computadores. Devia haver benefícios fiscais na compra de computadores. Agora…entregar computadores portáteis a crianças da escola primária?!? Para poderem aceder à Internet e a jogos sem qualquer acompanhamento dos pais?!? Mas as crianças de hoje têm alguma dificuldade em lidar com as novas tecnologias?!? Devia ser promovido o uso das novas tecnologias com o acompanhamento de adultos. Este governo parece os paizinhos que, sem disponibilidade para estar com os meninos, abrem os cordões à bolsa e julgam que pagando brinquedos caros, comprarão um futuro melhor às crianças. Nada mais errado. estou farta de propaganda à moda da América do Sul. Engole quem quer.

  15. […] blog oficial d’”O Magalhães” num artigo, temos a seguinte citação: Fernão Magalhães acabou por deixar contentes portugueses e […]

Deixe um comentário


O que ainda resta do Portátil Magalhães
O Portátil Magalhães e a sua década de vida foram o objecto de uma análise da Exame Informática que dá conta da forma como o...
Criadores do Magalhães lançam marca global para Educação
A JP – inspiring knowledge (JP-IK), criadora do Magalhães, tem um nova marca, que lançou recentemente em seis países europeus e que...
Tese de doutoramento chumba impacto do Magalhães nas escolas
Um estudo da Universidade Portucalense realizado junto da comunidade escolar de Matosinhos revela que a integração do computador...
Mais prémios de design para o Magalhães
São já doze os prémios de design ganhos pelo tão mal amado portátil Magalhães. Desta feita, a a JP Inspiring Knowledge, a fabricante...