Há muitos Magalhães sem utilização nas escolas

Portáteis Magalhães sem usoDois anos após a suspensão do programa do Magalhães, ou melhor, do e.escolinhas, que foi concebido para distribuir os portáteis aos alunos do 1º ciclo, ainda existem, por contas do Ministério da Educação e Ciência, 3435 portáteis por levantar nas escolas.

Os mais de três milhares de Magalhães, dizem respeito a inscrições para a obtenção do mesmo, que depois não se concretizaram em compra pelos pais e encarregados de educação das crianças que os poderiam subscrever.

Segundo o Público refere, uma grande parte, (não concretizável por fonte do Ministério), destes Magalhães sem uso, será cedida às escolas para sustentarem atividades pedagógicas em sala de aula.

Problemático é que, segundo o artigo do mesmo jornal, que refere fontes de algumas escolas, seja pouco habitual, professores e alunos utilizarem os Magalhães que existem nas escolas.

Segundo vários responsáveis escolares, são raras as vezes em que os professores decidem usá-los na sala de aula, e não o fazem por razões várias.

Uma delas é a ausência de acesso à Internet, veja-se o caso do Agrupamento de Escolas General Serpa Pinto, em Cinfães do Douro, que tem 34 turmas do 1º ciclo e onde existem 50 portáteis que raramente são requisitados porque não existe rede wireless nas escolas.

Mas a ausência de utilização também se verifica nas escolas com acesso à internet.

Seremos nós assim tão sofisticados que o Magalhães seja um objeto obsoleto e imprestável para as nossas crianças?

Estaremos num estádio civilizacional tão superior a outros locais do mundo, que as nossas crianças já não têm qualquer serventia em utilizar computadores que continuam a ser comprados para o Médio Oriente, para o México, Panamá, Argentina, e até para equiparem a Polícia Britânica.

 

Mini-Loja: ClueFinders software para crianças entre 8 e 12 anos
Os ClueFinders (seguidores de pistas) são um grupo de detectives pré-adolecentes que recriam um conjunto de aventuras numa colecção de...
Mini-Loja: Software educacional Reader Rabbit
Reader Rabbit é uma colecção de software criada em 1986 pela empresa norte-americana The Learning Company (TLC). Sob esta marca existem...

16 comentários a “Há muitos Magalhães sem utilização nas escolas”

  1. Carla diz:

    Boa noite, é possível adquirir um computador? Obrigada

Deixe um comentário


Criadores do Magalhães lançam marca global para Educação
A JP – inspiring knowledge (JP-IK), criadora do Magalhães, tem um nova marca, que lançou recentemente em seis países europeus e que...
Tese de doutoramento chumba impacto do Magalhães nas escolas
Um estudo da Universidade Portucalense realizado junto da comunidade escolar de Matosinhos revela que a integração do computador...
Mais prémios de design para o Magalhães
São já doze os prémios de design ganhos pelo tão mal amado portátil Magalhães. Desta feita, a a JP Inspiring Knowledge, a fabricante...