Portátil Magalhães no México com Paulo Portas

Paulo Portas rendido ao MagalhãesAgora foi a vez do Instituto de Estatística Mexicano ter escolhido os portáteis Magalhães para a recolha de dados para Census junto da comunidade escolar daquele país latino-americano.

O Instituto Nacional de Estatística e Geografia (INEGI) do México escolheu os pequenos portáteis, mal amados em Portugal, da JP – Inspiring Knowledge, para recolher dados dos Census junto de professores e alunos do país.

A empresa de Matosinhos associou-se a um parceiro local para vencer a licitação pública para o fornecimento deste projeto que pretende criar um atlas educativo do México e que envolverá cerca de 25 mil pessoas.

Para a concretização deste projecto, o INEGI escolheu o modelo convertível do Magalhães que permite a utilização em modo tablet.

Paulo Portas, ministro dos Negócios Estrangeiros, outrora detrator do portátil no qual se alicerçou todo o projeto e-escolinhas em Portugal, visita o México nesta altura e parece “rendido e arrependido”.

Mini-Loja: Software educacional Reader Rabbit
Reader Rabbit é uma colecção de software criada em 1986 pela empresa norte-americana The Learning Company (TLC). Sob esta marca existem...
Mini-loja: Software educativo com a Barbie
Quem não conhece a Barbie, a boneca criada em 1959 pela Mattel que faz as delícias das meninas. Nada melhor que a Barbie para as...

2 comentários a “Portátil Magalhães no México com Paulo Portas”

  1. Rui Póvoas diz:

    Esses senhores diziam mal de tudo, mas agora que lá estão, eu não vejo uma ÚNICA ideia.
    Ou melhor, uma ideia têm, mas é só mesmo uma:
    Sacarem-nos cada vez mais e levarem-nos à indigência.

  2. Csoares diz:

    Somos um país de analfabetos qye só damos valor a porcarias que vem do estrangeiro, quando por da se fazem coisas úteis ao ensino das çriancas futuros homens cultos, eis qye se levantam os hipócritas qye estão na oposição, e qye não sendo capazes de gerar nenhuma ideia para o país, decidem denegrir as ideias de gente com muita visão. Afinal depois de irem para o poleiro já decidem apadrinhar a ideia, porque entretanto foram obrigados a perçeber qye outros países adotaram às nas ideias do nosso grande primeiro ministro. Qye dizer de gente impreparada, invejosa, e imbecil, que nos governa, quando vão aproveitam as ideias boas do anterior governo por canalhice, mas afinal pavoneiam se no estrangeiro e engolem s sapos da medioçridade. Palhaçada imbecil.

Deixe um comentário


Venezuela será o destino de mais 1.6 milhões de computadores e 50 mil tablets Magalhães
O consórcio Youtsu, do qual faz parte a responsável pelo portátil Magalhães, vai produzir mais 1.6 milhões de computadores e 50 mil...
Pais do Magalhães criam kit portátil de ensino para professores
Chama-se Kit Inspired Teacher e é uma espécie de escola ambulante. A recém rebatizada JP Inspiring Knowledge, a empresa responsável...
Rania assina parceria para o Médio Oriente com dona do Magalhães
Já sob a nova designação de JP Inspiring Knowledge, a empresa detentora do Magalhães assinou um acordo de parceria para o Médio...